>
Vejo este ato de vários ângulos.
Primeiro será que podemos perdoar, ou será que não nos cabe. Sim o que entendo é que devemos perdoar mais para realizar um bem para nós mesmos, pois a mágoa e os sentimentos que a falta de perdão por nossa parte em relação a outros terá efeito em nós mesmos. Este perdão ou não perdão se faz acompanhar de rancor, dor, sofrimentos, noites sem sono e horas e mais horas falando e pensando sobre o assunto, já o perdão realizado de forma plena encerra esta seqüência de sentimentos e este gasto de energia e contágio em outras pessoas do fato ocorrido. Por outro lado o “perdão” será que nos cabe, pois se em nossa vida tudo tem causa e efeito, ação e reação, para cada ato realizado, ou pensado ocorrerá uma conseqüência que acredito o nosso perdão não anulará, pois creio não tenhamos “poder” para tanto. Então frases como “eu te perdôo”, não surtirá efeito sobre a lei de ação e reação, mas para quem realmente perdoar, será muito útil e realmente cessará a reação em cadeia de sentimentos, pensamentos e disseminação de efeitos, do ato ou ação sofrida. Logo o perdão beneficia apenas a nós mesmo, mas não elimina a ação de quem realizou o ato motivo da necessidade de perdão. Logo não devemos “se possível” deixar que palavras ou atos de outras pessoas afetem o nosso sentimento, ou nosso dia de forma negativa, devemos treinar o perdão constantemente e porque não dizer treinar também o auto-perdão. Mas disto falarei depois.

 

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s