>

Recentemente tenho visto pessoas que vestem máscaras, aliás, nenhuma novidade crê, pois isto é muito antigo. Seja por motivos de religião, por crenças, por máscaras familiares ou mesmo para enganar a si próprios. Muitas vezes vestimos de forma inconsciente máscaras, em nossa casa, no trabalho no convívio social, com nossos filhos, com nossos pais e assim vamos de máscara em máscara vivendo. Mas como vivemos? Quem nunca vestiu uma máscara? Uma coisa tenho a certeza viver sem máscaras é muito melhor, mais tranqüilo, mais agradável, mais feliz. Quando vestimos uma máscara mentimos. Estamos mentindo para nós mesmos, e viver na mentira é muito ruim, pois acabamos acreditando na mentira e vivendo de forma falsa quando não de forma tensa e estressante, ocasionando frustrações internas de difícil resolução. Vivencie casos vários, mas um me chamou muito a atenção, o indivíduo freqüenta igreja evangélica, casado dois filhos, trabalha fazendo bicos, tem casa própria a esposa também trabalha, faz faculdade, uma aparente maravilha de vida. Mas o pai de família vive com dor de cabeça e estressado, vejamos quais máscaras ele veste e em que “mentora” ele vive. Quando em  festas dependendo dos presentes veste a máscara de evangélico, não bebe, fala somente de Deus e critica a todos os não evangélicos ausentes e presentes, no momento em que os evangélicos se vão, começa a beber e tomar atitudes não evangélicas, trocando a máscara. No dia a dia no trabalho sempre com estórias de grandes vendas e dividas a receber o que devido às constantes dificuldades e não conseguir pagar a faculdade causa estranheza, ou se trata de uma falsa verdade, ou mesmo se trata de outra máscara. Na vida familiar vai à faculdade sempre realizando trabalhos e cursos e excursões, deixando a família em segundo plano , quando poderia fazer participar esposa e os filhos deixa todos em casa sob a falsa estória de não ser  possível levá-los, ficando assim livre para não ter que utilizar as duas máscaras a de bom esposo e bom pai e a de um bom evangélico.

Mas um dia a máscara cai. No entanto como tudo pode ser encarado de várias formas, tens aí uma chance de ser você mesmo ou de tentar manter as máscaras vivendo como já disse em um mundo ruim de falsidade e egoísmo. Logo amigos, sugiro que aos poucos derrubemos todas as máscaras e vivamos uma vida cada dia mais verdadeira e tranqüila. O exemplo acima foi uma invenção minha qualquer semelhança com a realidade é meríssima coincidência.

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s