Salas de apoio à amamentação – Em fevereiro de 2010, foi publicada do Diário Oficial da União portaria elaborada pelo Ministério da Saúde e pela ANVISA, recomendando a instalação de salas de apoio à amamentação em empresas e órgãos públicos. São espaços apropriados, para que a mulher trabalhadora possa retirar o leite do peito e guardá-lo, de maneira adequada, possibilitando dá-lo ao bebê depois em casa. O leite excedente também pode ser doado a um Banco de Leite Humano. Antes, não havia uma legislação sanitária específica para a manutenção desse tipo de espaço nas empresas.

Agora, de acordo com as recomendações, as salas deverão ter um ponto de água fria e lavatório para assegurar a higiene da mulher, uma cadeira de coleta ou poltronas, separadas por divisórias, para preservar a privacidade. Os espaços devem acomodar um freezer com um termômetro para monitorar o resfriamento do leite e as empresas podem disponibilizar frascos para a coleta e recipientes térmicos para o transporte do alimento. Nada disso tem custo alto. Além do mais, a iniciativa certamente beneficia não apenas a trabalhadora e o bebê, mas a própria empresa. “Como as crianças continuam sendo amamentadas, elas ficam mais saudáveis, e as mães faltam menos ao emprego”, lembra a dra. Elsa Giugliani.

Após o armazenamento o leite deve ser aquecido em banho maria e oferecido à criança no copinho conforme técnica no vídeo abaixo

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s