ALERTA | Médicos Alergistas que não são Alergistas.

Eu não gosto de entrar em polêmicas. Acho improdutivo. Porém, como o Blog é um canal informativo e de grande alcance, cujo objetivo é exatamente a informação livre e gratuita aos leitores, contribuindo para a disseminação da informação médica, vou tocar num assunto que está esquentando os bastidores da alergologia.

Estamos vivenciando um problema que realmente se tornou uma questão grave na alergologia: o exercício de alergologia por médicos não alergistas. E às vezes, por profissionais que não são médicos.

A primeira coisa a se levar em conta é que o médico, quando se forma, está legalmente habilitado para atender medicina. Medicina inclui alergia, asma,rinite, urticária, dor de cabeça, dor de barriga, parto, fratura, tonteira, diarréia, perebas em geral, infarto, rosácea, acne, urgências, bicho-de-pé, conjuntivite, fimose, verminoses, melasma, queda de cabelo, dor no joelho, reumatismo, corrimentos, febre… enfim, o médico pode atender de tudo, afinal, sua formação é generalista, ou seja, medicina em geral. Então, não é para apedrejar o médico. Ele pode atender.

Mas, como dizia o sábio apóstolo Paulo, lá no livro de Coríntios: posso todas as coisas, mas nem tudo me convém“. Poder pode, mas não convém fazer o que não sabe. É arriscado, porque o médico não domina um assunto se não for especialista na área. Se em terra de cego, quem tem um olho é rei, o generalista ajuda muito em lugares com poucos especialistas, pois “quebra o galho”, mas onde existe uma alta concentração de médicos, como nas capitais, centros regionais não se justifica o paciente não ser visto pelo especialista, já que ele existe  e nas capitais aos montes. E é muito melhor para o paciente.

Não há nada de errado com um Pediatra que prescreve um creme para a criança, inicia um tratamento de rinite ou dermatite… ou o generalista que trata uma crise asmática, uma ferida, uma urticária aguda, uma alergia… Mas, há algo bem errado quando uma pessoa que não tem formação como dermatologista atue COMO DERMATOLOGISTA, ou sem formação em alergologia atue como ALERGISTA  principalmente de má fé, enganando o paciente. É muito diferente. Especialmente nas doenças importantes e na estética. Quando você precisa de um especialista, entendemos que você precisa de uma pessoa que POR DOIS ANOS OU MAIS, todos os dias, atendeu EXCLUSIVAMENTE casos alergia, fez prova, estudou, participou de congressos, teve professores alergistas, enfim, se especializou em ALERGOLOGIA. E foi aprovado lá no Conselho Regional de Medicina e se registrou como tal, depois que concluiu sua formação em alergologia e imunopatologia. Ou seja, que domina o assunto que você precisa. Não faz sentido você ficar discutindo um cálculo estrutural com um engenheiro elétrico. Ou qual melhor tom para seu cabelo com o médico veterinário. Cada macaco no seu galho, não é?

Então, a coisa é simples. Entre o site do Conselho Regional de Medicina de seu Estado.  Por exemplo, acesse   CREMEGO     . Clique em pesquisa de médicos inscritos. Digite o nome do médico ou o número de seu CRM. Você vê, em segundos, se ele tem registro na especialidade. Se é alergista, dermatologista, cirurgião plástico, anestesista, enfim, a especialidade que você está precisando. Dê preferência ao especialista. Você pode se consultar e fazer tratamento com quem quiser, mas não convém que não seja com especialista. Além de melhor habilitado para fazer o diagnóstico e o tratamento, se der errado, o especialista sabe resolver. Ele tem experiência.

Você pode no caso da alergia tambem acessar o site da especialidade ASBAI – Associação Brasileira de Alergia e Imuopatologia  ASBAI  e no campo nome você coloca o nome do médico que você quer pesquisar e selecionar o estado e até mesmo a cidade.

Um estudo inédito do Cremesp (CRM de SP) revelou que cerca de 97% dos médicos que respondem a processos ético-profissionais relacionados a cirurgias plásticas e procedimentos estéticos não possuem título de especialista na área. Ou seja, quase sempre que há problema, é por exercício indevido da especialidade.

Este conteúdo foi editado a partir do blog  http://dradaysedavila.com/?p=7803 no dia 18/07/2012.

O conteúdo do Blog tem apenas caráter informativo e expressa a opinião pessoal do autor, não tendo nenhum interesse comercial, patrocínio ou parcerias com os fabricantes. É proibido, pelo Conselho Regional de Medicina, o uso da Internet para consulta ou prescrição médica, não devendo o conteúdo desse Blog substituir a avaliação feita pelo especialista (consulta médica).

Um comentário em “**ALERTA** Médicos Alergistas que não são ALERGISTAS

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s