Palestra sobre patologias do leite é realizada e esclarece dúvidas da população
Secretaria de Saúde – 11/06/2013 às 15:25

 

A Prefeitura de Rio Verde, através da Secretaria de Saúde e da Unidade Básica de Saúde (UBS) da Vila Borges, promoveu na manhã dessa terça-feira, 11, a palestra com o tema: “Alergia a Proteína do Leite de Vaca e Intolerância a Lactose em Crianças e Adultos”. O palestrante foi o imunologista e alergista, Dr. Wilen Brasil, ressaltou as diferenças entre Intolerância à lactose e alergia a proteína do leite de vaca.

Segundo ele, as duas patologias são frequentemente confundidas pelo fato de ter um alimento causador em comum: o leite. Entretanto, são bem diferentes entre si e ambas necessitam de acompanhamento médico e nutricional.

A intolerância à lactose ocorre porque o organismo não produz ou produz pouca quantidade da enzima lactase, responsável pela digestão da lactose. A falta dessa enzima favorece o acúmulo da lactose no intestino, onde atrai água, ocorre fermentação por bactérias, provocando diarréias, gases, cólicas e distensão abdominal.

A alergia ao leite de vaca ou alergia à proteína do leite, como é conhecida por muitos ocorre pela presença de algumas proteínas do leite que são identificadas pelo nosso sistema imunológico como um agente agressor, desencadeando vários sintomas desagradáveis, como: diarréia, gases, cólicas, distensão abdominal, lesões na pele, dificuldade de respirar, pequeno sangramento intestinal, entre outros. Ocorre mais agressivamente nos primeiros anos de vida, principalmente na transição do leite materno para o leite de vaca em bebês menores de 06 meses de vida. Os sintomas tendem a diminuir com passar dos anos.

O médico fez questão de enfatizar que assim que os sintomas já descritos se manifestarem é necessário procurar um médico rapidamente para que se inicie o tratamento correto. Segundo Dr. Wilen Brasil, as doenças podem ser parecidas, mas os tratamentos são diferentes. Na intolerância, é necessário excluir ou ingerir baixa quantidade de alimentos que contenham lactose (depende o grau de intolerância), já na alergia ao leite de vaca é excluída a ingestão de qualquer proteína do leite ou alimentos que contenham frações desta para evitar o desencadeamento do processo alérgico.

A palestra foi realizada na Igreja de Deus no Brasil e contou com a presença de diversas pessoas inclusive mães e profissionais da Saúde que puderam tirar dúvidas com o médico.

Fotos: Fabiana SilvaDr. Willen Brasil diferencia alergia a proteína do leite de intolerância a lactose

Dr. Wilen Brasil diferencia alergia a proteína do leite de intolerância a lactose

 

Comunidade e profissionais de saúde atentos às explicações de Dr. Willen Brasil
Comunidade e profissionais de saúde atentos às explicações de Dr. Wilen Brasil

Assessoria de Imprensa
assessoria@rioverdegoias.com.br – (64)3602.8001Click aqui para acessar a página ===> PM-Rio Verde

 

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s